Grito Número Setenta e Oito:

segunda-feira, 7 de março de 2011

Sobre Ratos e Framboesas....





Por algumas vezes meu coração palpitou como o de um rato, que por migalhas se desbrava pelas ratoeiras de restaurantes imundos. Sem hesitar e sem maiores medos além do batuque de seu pequeno e peludo peito acinzentado, ele encontra as migalhas desprezadas por cozinheiros gordos e suados e faz seu festim com tão pouco.
Os ratos vivem nos esgotos e se alimentam de migalhas desprezadas.

São cegos e satisfeitos.

Cegos como eu e meu coração que palpitou como os deles, por todas as vezes que cruzei com mulheres no meu caminho que pareciam finas como damascos e tâmaras, mas eram, na verdade, migalhas de cozinheiros gordos; vadias sem essência ou conteúdo. Apenas o resto das sobras do desprezo.
Eis que deixei de ser rato quando provei da suavidade de teus lábios de framboesa e aspirei o perfume de café fresco de tua pele.
Abandonei meus tubos de esgoto, estou exposto para sempre, como um camundongo em uma grande avenida repleta de restaurantes refinados.
Tenho que estar sempre a me preocupar com pisões e raticidas, mas quando sorvo do néctar
dos teus seios, posso, assim como os meus velhos amigos roedores, flutuar pelas ratoeiras e se, por ventura ou destino, alguma delas se desarmar contra meu corpo, estarei de barriga cheia e morrerei satisfeito, pleno e feliz, assim como qualquer roedor que abandonou as migalhas em troca de framboesas frescas.



Texto em honra a minha amiga, mulher e musa inspiradora, Michele "Nena" Matsubara.

2 comentários:

Mateus disse...

Legal. Enquanto lia, lembre-me do desenho animado "Ratatui". E achei a trilha sonora que se enquadrou perfeitamente no texto: Boulevard Of Broken Dreams de Green Day. É que estava ouvindo enquanto lia. Gosto de ler ouvindo algo de vez em quando...

Em resposta à resposta da resposta da resposta (Deus do céu!!):

Eu gosto de ler ficção científica e drama. Já disse isto em outro comentário?? Não sei, mas em todo caso, estou escrevendo agora.

Ah! O Menino do Pijama Listrado é muito legal, mas triste. Gostei do filme, apesar dos apesares.

Qual é seu estilo musical preferido? Vi algumas letras no seu perfil...

Estou aguardadando a resposta à respota da resposta........... (Hehehe)

Abraços, tenho que comprar umas coisas.

Patrícia Lemmon disse...

Muito lindo, um texto digno... exala sentimento.
Concordo com o amigo aí de cima, Boulevard Of Broken Dreams, combina com o texto.